O cuidado está no nosso DNA


Exames

Confira a lista de exames que o laboratório Bom Partor oferece para você.
Clique sobre o nome exame e veja as especificidades e instruções para realizar a coleta.


Nome:
UREAPLASMA, PCR

Palavra-chave:
UREAPLASMA, PCR

Material:
Secreção Prostática

Instruções:
- Aguardar 7 dias após o uso de antibióticos ou conforme orientação médica.
* Coleta uretral: Vir para a coleta sem urinar, ou estar sem urinar há pelo menos 4 horas. Agendar horário com recepção do laboratório.
* Coleta vulvar: Vir para a coleta sem urinar, ou estar sem urinar há pelo menos 4 horas. Agendar horário com recepção do laboratório.
.Não usar desodorantes ou medicações tópicas (caso esteja em uso, aguardar 48 horas após o término);
.Não realizar higiene/banho no dia da coleta;
.Não ter relação sexual nas últimas 24 horas anteriores ao exame.
* Coleta em Vagina, fundo de saco vaginal, colo uterino e canal endocervical:
.A paciente não deverá ter feito ducha vaginal nas 24 horas anteriores ao exame;
.Não fazer uso de desodorantes ou medicações tópicas (caso estiver, aguardar 48 horas após o término);
.Não manter relação sexual nas últimas 24 horas anteriores ao exame;
.Não deve ter feito exame ginecológico com o uso de iodo ou ácido acético nas últimas 24 horas;
.Não estar menstruada (caso estiver, aguardar 48 horas após o término da menstruação).
* Esperma:
. Realização da Coleta:
. Nas dependências do laboratório ou em casa.
. Agendar horário com recepção do laboratório.
. Não necessita de abstenção / abstinência de ejaculação.
. A forma de coleta do material é por masturbação, sem que haja perda do material, diretamente no frasco estéril, não utilizar preservativos ou coito interrompido, lavar mãos e genitália antes da coleta. Não utilizar qualquer tipo de lubrificante, nem mesmo saliva ou preservativos. No caso de esperma coletado em casa, encaminhar a amostra ao laboratório o mais breve possível.

Comentário:
Ureaplasmas são membros da família Mycoplasmatacea, e possuem duas espécies: U. parvum e U. urealyticum, os menores organismos de vida livre conhecidos. A principal síndrome associada a infecção por Ureaplasma é a uretrite não-gonocócica (UNG). A maioria dos casos de UNG é causada pela C. trachomatis, sendo o U. urealyticum responsável por 20 a 30% dos casos restantes. Em mulheres, pode levar a complicações como salpingite, endometrite e corioamnionite. Prostatite e epididimite tem sido associadas a este agente em homens. Está associado com inflamação, parto prematuro, septicemia, meningite e pneumonia no recém-nascido. Em pacientes imunocomprometidos, U.urealyticum tem sido associado com artrite, osteomielite, pericardite e doença pulmonar progressiva.


Entre em contato e agende seu exame