O cuidado está no nosso DNA


Exames

Confira a lista de exames que o laboratório Bom Partor oferece para você.
Clique sobre o nome exame e veja as especificidades e instruções para realizar a coleta.


Nome:
CORTISOL TESTE RÁPIDO C/DEXAMETASONA (OVERNIIGHT)

Palavra-chave:
Dose única de 1 mg
Provas funcionais

Material:
Soro

Instruções:
-Jejum obrigatório de 4 horas ou conforme orientação médica.
INSTRUÇÕES
Execução do teste:
. O paciente administra 1 mg de dexametasona as 23 horas. (com prescrição médica)
. Coleta de cortisol entre 7 e 9 horas da manhã na manhã seguinte ao uso da dexametasona.
Dose pediátrica para o teste de supressão: 15 mcg/kg  (com prescrição médica)

Comentário:
O teste de supressão com dexametasona é usado principalmente para auxiliar no diagnóstico da síndrome de Cushing. A síndrome de Cushing indica que o paciente apresenta altos níveis de cortisol. O cortisol é um hormônio esteroide produzido pelo organismo durante momentos de altos níveis de estresse.
O teste de supressão com dexametasona é basicamente utilizado: Em primeiro lugar para avaliar a quantidade de dexametasona que está sendo produzida pelo organismo. A dexametasona é um corticosteroide semelhante ao produzido pelas glândulas suprarrenais. A dexametasona afeta os níveis de cortisol no sangue e é usada e prescrita para repor a substância química natural se o organismo não estiver produzindo o suficiente. Também pode ser usada como um agente anti- inflamatório para o tratamento da artrite e distúrbios do sangue, rins e olhos.As glândulas suprarrenais estão localizadas acima dos rins. Essas glândulas produzem hormônios esteroides como androgênios, além de cortisol, epinefrina e norepinefrina.
O teste também é usado para determinar se as glândulas suprarrenais respondem ao hormônio adrenocorticotrófico (ACTH). O ACTH é um hormônio produzido pela glândula pituitária do cérebro e tem uma série de funções, inclusive a produção de corticosteroides. O excesso do hormônio adrenocorticotrófico pode causar a síndrome de Cushing.
Se o paciente estiver tomando o medicamento corticosteroide dexametasona, o médico poderá recomendar um teste de supressão com dexametasona para determinar como esse medicamento está afetando os níveis de cortisol no sangue.
Em uma pessoa saudável, se a glândula pituitária produzir menos ACTH, as glândulas suprarrenais produzirão menos cortisol.
A dexametasona é usada para aliviar a inflamação associada à artrite, alergias graves e outras doenças. Quando o paciente toma dexametasona, que é muito semelhante ao cortisol, a quantidade de ACTH liberada no organismo deve diminuir. No entanto, o fato de o nível de cortisol continuar alto após a administração de uma dose de dexametasona é indicativo de anomalias.


Entre em contato e agende seu exame